Sustentabilidade



Make it ISI. Don’t just talk the talk, walk the walk!

A ISI Soles obteve a certificação para o seu sistema de gestão integrado pelas normas ISO 14001 e ISO 9001, tendo sido a primeira empresa portuguesa de solas para calçado a ser reconhecida pelas melhores práticas internacionais ao nível ambiental

Make it ISI. Don’t just talk the talk, walk the walk!

Na nossa atividade adotamos princípios de produção sustentável e utilizamos a ecoeficiência como referencial para todas as operações desenvolvidas na nossa fábrica. A nossa preocupação ambiental começa na conceção do produto, é nesta fase de desenvolvimento que conseguimos definir o ciclo de vida da sola e atenuar o seu impacto ambiental. Os nossos designers e técnicos definem nesta fase as matérias-primas, consumos, dimensões da sola e assim conseguem influenciar o comportamento e performance ambiental nas fases seguintes de produção, transporte, consumo e deposição final.



Passando para a produção conseguimos a incorporação de 95% dos resíduos resultantes do processo de injecção das solas no nosso ciclo produtivo. Desta forma, conseguimos reduzir a produção de resíduos e dar-lhes uma nova vida útil ao fazer a sua incorporação com material virgem. Esta incorporação é controlada para que não exista nenhuma diminuição das propriedades da nossa matéria-prima.

Tendo como base o pensamento da ecologia industrial também incorporámos os resíduos de outras indústrias no nosso processo produtivo. Utilizámos as aparas de cortiça resultantes da indústria de produção de rolhas, a casca do arroz e a borracha. Além disso, temos vindo a trabalhar para encontrar novos resíduos que seja possível a sua incorporação no nosso produto, e por outro lado encontrar também novas aplicações para os nossos próprios resíduos.



O nosso trabalho é focado todos os dias para atingir um desenvolvimento da nossa indústria cada vez mais sustentável, reduzir a pegada ecológica e o impacte ambiental dos nossos produtos e do processo produtivo. Utilizámos vários princípios da ecologia industrial durante todo o nosso processo produtivo. Procurámos prevenir a poluição nas suas mais variadas formas, promovemos a reciclagem junto de todos os nossos colaboradores, reutilizámos vários tipos de resíduos, procurámos atingir um uso cada vez mais eficiente dos nossos recursos assim como prolongar o tempo de vida dos nossos produtos.

Desenvolvemos para os nossos clientes uma linha de solas Vegan produzidas com materiais reciclados.

Desenvolvemos para os nossos clientes uma linha de solas Vegan produzidas com materiais reciclados.

A nossa linha de solas Vegan recebeu o selo “Peta – Approved Vegan” por parte da associação de defesa dos animais PETA – People for the Ethical Treatment of Animals. Esta coleção destaca-se, por um lado, pelo facto de não conter qualquer produto de origem animal. Por outro lado, foi concebida em matérias-primas recicladas, através da incorporação de 95% dos resíduos resultantes do processo de injeção no nosso ciclo produtivo criando uma economia circular, sem desperdício, na qual as matérias-primas são reutilizadas permanentemente.

TPU Bio Based

O TPU Bio Based é uma matéria-prima de base biológica constituída em parte ou na sua totalidade por biomassa derivada de plantas, tais como o milho, cana de açúcar, beterraba, celulose ou óleos vegetais.

A produção de solas em TPU Bio-Based permite reduzir o consumo de materiais derivados de fontes fósseis, assim como reduzir as emissões CO2. A utilização deste material tem um impacte positivo no ciclo de vida do produto e na sua pegada ecológica, estando comprovada uma redução de 25% no impacte do ciclo de vida face ao TPU tradicional.

TPU Bio Based

TPU Biodegradavel

TPU Biodegradavel

As solas produzidas em TPU biodegradável são capazes de se decompor mais rapidamente que os materiais tradicionais devido à atividade desenvolvida pelos microrganismos ao entrar em contato com o solo, com a humidade, com o ar e com a luz solar.

O TPU biodegradável que utilizamos cumpre as normas europeias EN 13432 e EN14995 apresentando as solas uma decomposição de pelo menos 90% passados 6 meses.